Dieta vegetariana reduz risco de síndrome ligada à obesidade

Início / Blog / Dieta vegetariana reduz risco de síndrome ligada à obesidade

Vegetarianos têm 36% menos chances de sofrer com síndrome metabólica

 

Se você sofre de síndrome metabólica (associação de doenças associadas à obesidade), com fatores de risco como hipertensão arterial (pressão alta), índice de colesterol, glicose e triglicerídeos elevados, e possuiu cintura avantajada, saiba que adotar uma dieta vegetariana pode ajudar a combater o problema.

A síndrome metabólica pode significar o início de doenças cardiovasculares, diabetes e acidente vascular cerebral, mas quem deixa de comer carne e adota uma dieta vegetariana pode ter esse risco reduzido.

Um estudo realizado por cientistas da Universidade Loma Linda na Califórnia (EUA) provou que vegetarianos apresentam uma incidência 36% menor de síndrome metabólica do que os não vegetarianos. O estudo descobriu que, enquanto 25% dos vegetarianos tinham síndrome metabólica, esse número sobe para 37% para os semivegetarianos e 39% para os não vegetarianos.

Os resultados se mantiveram quando ajustados para fatores como idade, sexo, raça, atividade física, consumo de calorias, tabagismo e álcool.

http://noticias.r7.com/saude/noticias/dieta-vegetariana-reduz-risco-de-sindrome-ligada-a-obesidade-20110620.html

Comentários
  • Daniela Sousa

    A Nutrição é de uma complexidade exacerbada e nós entendedores de tal ciência não devemos deixar desapercebido tais questões, é necessário algumas intervenções a nível de informação em alguns estudos e publicações. Tudo na vida tem suas vantagens e devantagens. Dessa forma, as dietas vegetarianas tem vantagens como as citadas pela Lu, onde há um bloqueio de formação de radicais livres devido o alto consumo de antioxidantes, além de ser uma dieta rica em fibras, diferentemente do padrão alimentar brasileiro, mas devemos nos atentar para as desvatagens, principalmente quando se fala de vegearianos restritos (vegans). As desvatagens são: Deficiência de Vitamina B12 (causa anemia megaloblástica), são encontrados apenasem alimentos de origem animal, deficiência de zinco, devido alto consumo de fibras que interfere na absorção do zinco, deficiência de Ca devido baixa ingestão e interfencia de fibras e fitatos, baixa disponibilidade de ferro, proteínas e ácidos graxos essenciais como ômega 3. A deficiência de ferro e proteina pode causar anemia ferropriva. Diante de tais questões é importante que se você optar por uma dieta vegetariana procure acompanhamento de um nutricionista para que este lhe dê orientações mais aprofundadas e de um médico, pois devido algumas restrições há uma necessidade de suplementação que é prescrita por médicos. Fica aqui algumas dicas para que sua opção de seja de forma saudável.
    Beijos, Lú. =D

Escreva um comentário

WhatsApp chat Contato pelo WhatsApp