Alimentação das crianças não tira férias

Início / Blog / Alimentação das crianças não tira férias

Alimentar bem as crianças é uma tarefa que tem seus desafios, não é mesmo?

Acho que nas férias fica mais difícil… os pequenos às vezes entendem que o tempo livre longe da escola é também livre de obrigações. E aí acabam achando que podem ficar à vontade com guloseimas e hábitos alimentares.

Será que é assim?

Bom, é férias não é? Ceder à tentação de alguns passeios e comidinhas especiais não tem problema. Alguns… Mas como a gente sabe?
Conversamos com a Marle Alvarenga e a Camilla Estima, que são nutricionistas do GENTA – Grupo de Estudos em Nutrição e Transtornos Alimentares. Elas responderam algumas perguntinhas sobre ficarmos atentas à alimentação das crianças nessa época.

Quais são os cuidados que as mães devem ter quanto à alimentação dos seus filhos?

Independentemente da época do ano, mesmo que seja durante as férias, não podemos esquecer de que as crianças devem ter uma alimentação adequada, com horários regulares e bastante variada.

Como fica a alimentação das crianças nas férias?

Por estarem mais em casa, as crianças têm mais acesso aos alimentos. E as mães, para agradar, tendem a estocar guloseimas: balas, biscoitos, salgadinhos. Mas é melhor comprar esses alimentos em situações específicas (no parque, no passeio) para consumo em apenas uma refeição ocasional.

É importante que se estimule o consumo de lanches saudáveis. Veja algumas opções saudáveis:

* Preferir sanduíches que não sejam fritos ou com muita gordura.
* Trocar o refrigerante pelos sucos de frutas naturais e aproveite para experimentar novos sabores.
* Nessa época de frio invente diferentes receitas de sopas.

Quais são os cuidados especiais que as mães devem ter nessa época?

Seja um bom exemplo. Não adianta pedir para as crianças comerem saladas, vegetais e frutas se eles não veem os pais consumindo esses alimentos.

Não deixe as crianças “bagunçarem” a rotina alimentar. Os horários podem ser diferentes, mas é fundamental que as crianças mantenham as 3 refeições principais e que façam lanches intermediários dependendo do intervalo entre elas.

Você tem alguma dica para que as mães estimulem a boa alimentação das crianças nessa época?

Preparar alguns alimentos juntos pode ser um programa de férias, que pode envolver irem juntos ao mercado ou à feira. Por exemplo, o preparo de uma salada de frutas (que pode ser incrementada com calda de chocolate, granola…), de um sanduíche, de uma torta de legumes, de um bolo caseiro… Montar uma mesa de lanche no quintal e fazer isso junto pode ser uma atividade educativa sobre alimentação, divertida e saudável!

Amigos podem ser convidados para uma “oficina de culinária” em casa! Fazer biscoitos juntos pode ser bem divertido!

Seja criativa, ofereça pratos coloridos, com formatos diferentes, decorados. Essa pode ser também uma brincadeira com as crianças.

As crianças não devem ser proibidas de consumir biscoitos recheados, salgadinhos, balas e refrigerantes, fast-food, mas esses alimentos devem ter o seu consumo controlado. Mesmo nas férias, deve-se evitar que esses alimentos entrem no lugar das refeições habituais; isso deve ser combinado para dias especiais.

(Marle Alvarenga – Doutora em Nutrição Humana pela USP – e Camilla Estima – doutoranda em Nutrição

www.omo.com.br

Escreva um comentário