Combata a compulsão alimentar descobrindo gatilhos emocionais

Início / Blog / Combata a compulsão alimentar descobrindo gatilhos emocionais

Procurar distrações é atitude que dribla vontade e proporciona prazer

o-pensar-gordo-tambem-afeta-nossas-relacoes-pessoais

 

 

Você já parou alguma vez para avaliar o que o leva comer de forma compulsiva? Na grande maioria das vezes, comemos sem perceber o porquê – nos empanturrando de comida, e acabamos ingerindo junto situações e emoções sem perceber.

Isso mesmo: comemos, ou melhor, engolimos com a comida raiva, medos, tristeza, solidão, e nem nos damos conta o quanto isso é prejudicial para nosso corpo. Na grande maioria das vezes, chegamos até a passar mal, sentimos o estômago pesar, dor de cabeça, mal estar, mas nem pensamos no motivo desses acontecimentos.

Quando paramos para refletir sobre esse comportamento, nos damos conta que a comida serve como forma de amortizar o que na realidade não queremos enxergar, ou mesmo resolver, seja por receio, crenças, ou para não realizar o enfrentamento frente ao que nos incomoda.

 

Comportamentos assertivos em nossa vida nos auxiliam a trilhar um caminho de respeito com nós mesmos. Isso significa que, ao dizermos “não” quando necessário, expormos nossa forma de pensar e não deixarmos pendências nos incomodar, estaremos alcançando a maturidade emocional, sabendo resolver as situações de vida nos momentos adequados e não carregando o peso de algo que só vai incomodar.

Dar-se o direito de se presentear, ou de realizar atividades prazerosas, também é uma atitude assertiva. Tente desviar a atenção dos problemas do dia a dia e vivenciar momentos agradáveis, seja com família, com amigos ou mesmo sozinhos. Quando nos envolvemos com atividades como aulas de línguas, dança de salão, aeromodelismo, patchwork e bordado, desviamos nossa atenção da comida para algo que nos dá prazer. Isso equilibra o estresse que sentimos durante o dia e nos presenteia de forma inteligente.

Agora você pode colocar em prática as dicas acima, comprovando que você pode e consegue driblar os gatilhos emocionais que levam você a comer, dizendo não a esse prazer, gerando outros prazeres que alimentarão sua vida.

http://minhavida.uol.com.br/saude/materias/14014-combata-a-compulsao-alimentar-descobrindo-gatilhos-emocionais

Mostrando 3 comentários
  • Tamires

    Oi Luciana,
    Super interessante essas dicas heim, realmente controlar nossas emoções, driblar os gatilhos, desviar a atenção para alguma atividade fazer toda a diferença… vou aplica-las em meu dia a dia…
    Obrigada pelas dicas, otimo fim de semana para ti, beijinhos *-*

    • Luciana Kotaka

      Oi linda, não consegui responder em seu blog, ams que bom que gostou das dicas, sempre é interessante relembrá-las.
      Um super beijo

  • Thamy Hellen

    Muito boa a matéria, acho que vai ajuda muita gente !

Escreva um comentário

WhatsApp chat Contato pelo WhatsApp