Doces como recompensa viciam e favorecem a obesidade infantil

Início / Blog / Doces como recompensa viciam e favorecem a obesidade infantil

Pais que “recompensam” filhos com doces após as refeições contribuem para o vício da criança em açúcar

Crédito: Thinkstock

As crianças mais agitadas durante as refeições principais, que necessitam sempre daquela promessa dos pais: “Se você comer tudo do prato, vai ganhar um doce depois”, podem se tornar vítimas do açúcar e obesas no futuro.

Segundo uma pesquisa, conduzida pelo Vitabiotics WellKid Baby Drops e divulgada recentemente no Daily Mail, os pais que recompensam os filhos dessa forma estão transformando seus filhos em viciados em doces já aos três anos de idade.

De acordo com os especialistas que realizaram o estudo, 60% das crianças são viciadas em chocolate e doces, e os pais são os culpados por isso. Um em cada três pais admitiu que lida com os filhos, que são agitados na hora da refeição normal, subornando-os com um docinho para fazê-los comer a comida toda. A pesquisa revelou ainda que 58% das mães acreditam que, aos três anos de idade, as suas crianças já pediam por doces regularmente.

A pesquisa tem alimentado o debate de sobre quem é o culpado pela crise de obesidade da próxima geração. O estudo foi realizado em um momento em que há dois milhões de crianças em idade escolar com excesso de peso no Reino Unido e 700 mil de pessoas são obesas.

Os pesquisadores entrevistaram cerca de duas mil mães de crianças com idades entre um e cinco anos de idade. Eles descobriram que 26 % delas deixaram seus bebês provarem chocolates antes dos nove meses e mais da metade delas deram o doce para as crianças a partir de um ano de idade. Eles também descobriram que 61% das mães dão aos seus filhos um doce por dia.

Crédito: Thinkstock

A nutricionista Yvonne Bishop-Weston disse: “A pesquisa é preocupante e reflete o que eu vejo na minha prática nutricional. Os pais estão introduzindo chocolate e doces nas dietas de seus bebês muito cedo. A previsão é de que, até 2030, metade da população do Reino Unido será de obesos se não agirmos rápido para evitar isso”.

O alto consumo de açúcar causa a obesidade, que está ligada diretamente a uma série de males como diabetes e doenças cardiovasculares, além de problemas dentários. Por isso, a necessidade de se prevenir desde cedo é tão importante.

“Os padrões alimentares que se estabelecem a partir da infância pode ter um impacto nas futuras escolhas alimentares e de saúde. Alimentos doces são bons ocasionalmente, mas aqueles com adição de muito açúcar, como o chocolate, devem ser evitados regularmente. De preferência, as guloseimas também não devem ser oferecidas em casa, onde podem facilmente se tornar parte dos hábitos diários”, recomenda a nutricionista.

A pesquisa sugere que uma das principais causas do problema é que os pais estão usando doces e chocolates para “subornar” comedores agitados. O psicólogo infantil Richard Woolfson disse: “Este resultado confirma que a alimentação agitada é um problema comum nessa idade, provavelmente porque este é o momento em que as crianças começam a afirmar-se por expressar preferências alimentares específicas. A chave para lidar com isso é não forçar, manter a calma e não reagir de forma exagerada”.

O psicólogo recomendou a melhor forma de lidar com as crianças agitadas durante as refeições sem ter que apelar para a recompensa dos doces: “O indicado é permitir um determinado período de tempo para almoçar ou jantar. Se depois disso, o seu filho ainda brincar com a comida, tire-a da mesa e encerre a refeição. Não se preocupe, ele não vai morrer de fome. Tenha certeza de que esta fase geralmente passa”, afirmou.

É claro que um docinho de vez em quando é uma delícia e as crianças ficam felizes, o perigo, segundo o psicólogo, é fazer disso um hábito constante, em que a criança passa a aprender que ficar agitado durante as refeições pode chamar a atenção dos pais e trazer como recompensa uma boa guloseima.

http://todaela.uol.com.br/nutricao/doces-como-recompensa-viciam-e-favorecem-a-obesidade-infantil?fb_action_ids=570140999681406&fb_action_types=og.likes&fb_source=aggregation&fb_aggregation_id=288381481237582

Escreva um comentário

WhatsApp chat Contato pelo WhatsApp