Não sofra com a chegada do fim de semana

Início / Blog / Não sofra com a chegada do fim de semana

Publicado por Luciana Kotaka

Para muitos a chegada do fim de semana se transforma em um verdadeiro tormento, pois são momentos que relaxamos e acabamos nos permitindo exagerar, ainda mais se em nossa agenda, tivermos compromissos agendados que envolvem comida.
Abaixo vão algumas dicas para poder usufruir o fim de semana sem neuras:

– Utilize sempre que possível, produtos lights, as calorias são reduzidas e você não passa vontade.

– Estoque sua geladeira com alimentos saudáveis e práticos. Assim, ao sentir vontade de beliscar, sua única opção será um alimento gostoso e saudável.

– Procure variar seu cardápio todo dia com frutas e verduras.

– Pratos bonitos são mais prazerosos de se comer.

– Faça da sua salada uma refeição completa incluindo por exemplo novos alimentos, como atum por exemplo. É uma ótima escolha para o jantar.

– Beba mais água, além de fazer bem à pele e ao intestino, também ajuda nos momentos em que come por vontade de comer e não por fome.

– As primeiras semanas de dieta são mais difíceis. Mas, use os primeiros resultados como estímulo para continuar a seguir seu objetivo.

– Não pule nenhuma refeição, pois na próxima você estará com mais fome, tornando-se mais difícil resistir às tentações. Pular refeições gera ciclos de compulsão.

– Folhas e legumes já lavados e picados são práticos para quem precisa fazer suas refeições rapidamente.Tem mercados que já vendem porções picadas.

– Tenha sempre gelatina na geladeira. É refrescante e sacia a vontade de comer doce. Pode também fazer o suco da gelatina. Mata o desejo por doce e é uma ótima fonte de colágeno.

– Em festas sempre fazer um lanche rápido antes de ir, e ao chegar lá, escolha com carinho o que vai comer, para não sentir culpa depois.

Nos fins de semana quando estamos fora de nossa rotina diária, devemos nos entreter com atividades que gostamos. Visitar amigos, parentes, curtir um cineminha, namorar, dançar, ligar para as amigas, ir ao teatro,fazer um piquinique, e nos momentos em que estiver sozinha, e aquele desejo aparecer, pense rápido em uma estratégia para não atacar a comida e atolar o pé na jaca.

Que tal fazer uma lista de estratégias para nesses momentos?
Psicóloga Luciana Kotaka
CRP – 08/-6502-1
Especialista em Obesidade e Transtornos Alimentares
Curitiba -Pr

Escreva um comentário

WhatsApp chat Contato pelo WhatsApp