Pais estressados favorecem obesidade infantil

Início / Blog / Pais estressados favorecem obesidade infantil

Especialistas recomendam planejar as refeições e oferecer alimentos saudáveis

Por Minha Vida

Pais que vivem uma rotina muito estressante podem adotar maus hábitos e favorecer o ganho excessivo de peso nos seus filhos. É o que aponta um estudo americano publicado dia 22 na versão online do periódico Pediatrics. Os resultados podem ajudar a melhorar a prevenção e o combate à obesidade infantil. No Brasil, uma em cada três crianças com idade entre cinco e nove anos está acima do peso, de acordo com a Pesquisa de Orçamento Familiar (POF) realizada entre 2008 e 2009 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Nessa nova pesquisa, mais de dois mil pais e responsáveis responderam questões sobre eles mesmos e sobre as crianças que cuidavam, que tinham idade entre três e 17 anos. Os especialistas, liderados por uma nutróloga do Children?s Hospital of Philadelphia, avaliaram a intensidade do estresse nessas famílias.

O estresse não pareceu influenciar a quantidade de frutas ou vegetais que as crianças ingeriam ou os níveis de atividade física. Por outro lado, estava ligado a um consumo maior de fast-food e à realização de refeições sem planejamento prévio. Como se sabe, tais hábitos favorecem a obesidade infantil, já que são rapidamente absorvidos pelo corpo e despertam a fome em pouco tempo.

Os resultados mostram que a rotina agitada e estressante não deve ser desculpa para pais abandonarem bons hábitos no dia a dia, principalmente com seus filhos. Além disso, cultivar uma dieta saudável pode ajudar a combater o estresse, enquanto que os temidos fast-foods não são bem recebidos pelo organismo, aumentando o cansaço e gerando ainda mais estresse.

 

 

Adote estes hábitos para combater a obesidade infantil

Não importa se você come fora ou se tem tempo para preparar sua comida em casa. Cultivar uma dieta equilibrada, rica em vegetais, é possível e fundamental para evitar o ganho de peso. Além disso, quem come bem dá o exemplo aos filhos, prevenindo a obesidade infantil. Veja a seguir como evitar o problema:

1. Devem ser feitas cinco ou seis refeições por dia, intercalando as refeições principais com lanchinhos saudáveis.

2. Guloseimas não podem estar à disposição das crianças 24h por dia. Controle a ingestão.

3. Salgadinhos, frituras e refrigerantes devem ser evitados sempre que possível. Limite o consumo a uma vez por semana, no máximo.

4. Sempre tenha legumes, verduras, frutas e cereais em casa.

5. Não permita que as refeições sejam feitas em frente à televisão ou ao computador. Assim, a criança não presta atenção ao que come.

http://minhavida.uol.com.br/familia/materias/15717-pais-estressados-favorecem-obesidade-infantil

Escreva um comentário

WhatsApp chat Contato pelo WhatsApp