Desejo intenso

Início / Blog / Desejo intenso

Esse é um tema interessante, e que todos estamos sujeitos a sentir.

Quando esse desejo intenso esta direcionado a ter êxito na profissão, ou mesmo na área sexual, estamos direcionando nossas pulsões de forma assertiva.

Mas quando o desejo intenso está direcionado a comer,  estamos entrando em uma área de perigo.

O desejo quando se torna muito forte, e nos leva a comer em um ato de impulsividade, traz consequências sérias, como obesidade, problemas gástricos, dores de cabeça, baixa auto estima, entre outras doenças.

Porém apesar de sabermos os males do comer em excesso, nos sentimos compelidos a comer sem controle.

É importante ficar claro que isso não é fome, mas sim uma resposta a tensões diarias que vivemos em nossa vida.

Detectando quais os gatilhos emocionais que a levam a comer em excesso, que a direcionam a sentir desejo pela comida, tem a tarefa de desenvolver estratégias para aos poucos descondicioná-la a ter esses comportamentos.

Uma boa saída é contar até 20, parar, respirar e avaliar: se o que sente é fome (sensação desagrádavel) ou se tem desejo (algo específico), e que não sacia.

Mudanças são necessárias, e por isso dependem de seu empenho. Quando falamos em perder peso, nada é facil, porém com atitudes simples, pode ir mudando hábitos e adquirindo novos padrões alimentares e emocionais.

Psicóloga Luciana Kotaka

Especialista em Obesidade e Transtornos Alimentares

Curitiba – PR

Mostrando 6 comentários
  • Neli Alves

    Vou comer a foto!!! Desejo intenso!rsrs
    Adorei o post. Eu já estou conseguindo detectar quando estou com fome mesmo ou quando bate a ansiedade. E até já me seguro, às vezes. Também aprendi a tomar água, um copo cheio, gelada, quando vem a sensação de estômago vazio e eu tenho certeza qe não é fome.
    Vivendo e aprendendo! Também, aos 67, se eu não aprendesse mais nada estaria morta. kkk
    Bjks.

  • Mari

    Vira e mexe eu tenho desejo de comer e é claro que não procuro alguma fruta ou cereal. Eu sei que descarrego mta coisa na comida e já tem um tempo isso.

  • Miriam

    Nossa, só a foto já deixa a gente com vontade..(rsrs) brincadeiras a parte, isso é verdade, a gente precisa de empenho, e pessoas que nos apoiem, e vc Lú é assim. Adoro tuas postagens, aprendo muito a cada leitura! Bjs

  • Janaína Macedo

    Lu,
    É com pequenos gestos que mantenho meu peso, que ainda não é o ideal.
    Saber identificar a diferença entre desejo de comer e fome é, sem dúvida, um passo fundamental para quem quer emagrecer. É um exercício diário!
    Beijocas!

  • corporation offshore

    …..o principio do desenvolvimento do bom relacionamento e o amor.amar nos traz a capacidade de aceitarmos os outros mesmo que nao pensem sintam ou ajam como nos.e como diz o bom e velho humberto maturana amor e biologico.amar e aceitar a capacidade do outro ser capaz de fazer escolhas proprias.e respeitar a singularidade o mundo-proprio de cada um isto e a percepcao singular que cada um de nos temos do mundo.um bebe ja nasce com toda capacidade de perceber o mundo a partir de seu corpo de entender o que e melhor para si e selecionar o que aumenta sua potencia de vida.amar e aceitar que mesmo um bebe e capaz de fazer escolhas e permitir que o faca.toda vez que uma pessoa e impedida de exercitar sua capacidade genuina de fazer escolhas ela nao esta sendo amada e sua condicao de escolhas inteligentes comeca a atrofiar.quando a crianca esta em um ambiente que nao proporciona condicoes para desenvolver sua ela comeca a fazer escolhas nao mais determinadas por sua inteligencia primordial mas pelo jogo do sistema que a rege sendo determinada de fora pelos outros por interesses diversos.nao e qualquer escolha que queremos que as criancas facam mas escolhas que estao coladas a sua inteligencia primordial.e necessario permitirmos que as criancas tenham sempre ambientes e convivios que possibilitam manter ativa sua inteligencia primordial para que seja praticada e assim desenvolver-se.amar e permitir que as criancas crescam exercitando sua inteligencia primordial atraves do exercicio de fazer escolhas proprias e para isso elas precisam ter ambientes condizentes com seu momento de vida.ambientes que lhes oferecam seguranca confianca estimulos naturais respeito por seu espaco e tempo.um bebe pode escolher quando nascer quando mamar quando dormir quando fazer xixi e coco quando ficar no colo ou no chao.mas para isso ele tem que estar em um ambiente propicio sentindo-se seguro para fazer essas escolhas.uma crianca pode escolher o que comer desde que as opcoes sejam todas saudaveis nao ha o que se preocupar escolher quando brincar do que brincar por quanto tempo brincar o que vestir dizem que casaco e aquilo que a crianca veste quando a mae sente frio e com o tempo as criancas vao ganhando mais condicoes de aumentarem suas possibilidades de fazerem escolhas.todos os outros animais fazem escolhas proprias mesmo nao tendo a capacidade de raciocinio informacoes intelectuais ou alguem que os ensinem sao escolhas celulares escolhas que o corpo faz sempre com o desejo de fazer a vida acontecer da forma mais potente possivel.simples assim a vida quer acontecer de forma plena e potente para isso ela ja vem equipada com essa capacidade em todas as suas celulas para fazer sempre a melhor escolha para seu ser singular e quanto mais respeitada a condicao dessas escolhas serem feitas mais inteligente ela fica e assim a vida cresce desenvolve se aprimora.

    • Luciana

      Muito bom seu comentário, estudo muito isso em minha área de atuação. Obrigada por participar!

Escreva um comentário

WhatsApp chat Contato pelo WhatsApp