Comer por prazer também é importante

Início / Alimentação / Comer por prazer também é importante

Saber se dar o prazer de saborear o que se gosta traz muita satisfação

por Luciana Kotaka

Não faltam materiais disponíveis sobre alimentação saudável, dietas desintoxicantes e corpos malhados, mas fico pensando em como todo esse arsenal de informações tem realmente ajudado ou prejudicado os milhares de seguidores que buscam o bem-estar.

Percebo  certo radicalismo crescente, não somente da parte de alguns profissionais da área de saúde como também de pessoas que almejam um corpo idealizado, que se consegue na grande maioria das vezes com muito sacrifício e dor.

Abordo a questão da dor, pois vem através de esforços contínuos que vem lesionando a musculaturas e articulações, com isso sendo frequente ouvir relatos de machucaduras em função de esforço demasiado, tudo em nome do que seria ser saudável.

Quanto à alimentação também não é diferente o panorama apresentado, uma coisa é fazermos o nosso melhor que seria aprender a fazer escolhas melhores e equilibradas sempre que possível, outra é ficar na neurose de somente comer o que passa pelo crivo do “saudável”, o que vem desencadeando diversos transtornos alimentares tão exaustivamente estudados e divulgados.

Porém parece que o equilíbrio em si se perdeu no meio do caminho, porque não pode nunca tomar um refrigerante ou comer brigadeiro, e se esquecem de tantas outras situações que estamos sujeitos em nossa vida que também são maléficas, como o radicalismo, a falta de flexibilidade ou mesmo achar que somente uma forma de pensar e de se comportar estão corretas.

Se todas essas orientações estivessem cem por cento corretas não estaríamos nos deparando com a obesidade crescente, nem estaria subindo a porcentagem de cirurgias bariátricas no mundo todo.

Ter um corpo saudável não é difícil, o complicado é achar o meio termo, o equilíbrio, seja emocional, físico ou alimentar. Por que é mais fácil seguir uma dieta restritiva do que comer de forma equilibrada? Por que ao aprendermos a saborear o gosto de correr e praticar somente três vezes na semana algumas  pessoas ainda assim correm todos os dias e forçam o corpo levando à exaustão? O mesmo acontece em relação a outros exercícios que poderiam proporcionar saúde e resultados sem tanta neurose, sim porque tem pessoas que se sentem culpadas de faltarem um dia na academia, ficam tristes e muitas acabam se entupindo de comida como forma de punir-se.

Que fique bem claro que esse texto tem a intenção de levar à reflexão em relação aos excessos, pois não é interessante viver de restrições, do pode ou não pode, do que é saudável ou não o tempo todo, e pode parecer estranho, mas tem muitas pessoas que acabam de almoçar e já se desesperam pensando nas refeições seguintes e/ou como darão conta de perder peso, já que tomaram um suco de caixinha ou mesmo comeram umas bolachas.

Precisamos viver o presente, ser feliz hoje, com o corpo que temos, com as roupas que nos servem, buscando mudar na medida do possível para ter saúde e bem-estar, pois esses aspectos sim é que são os mais importantes para sermos felizes.

 

 

 

Escreva um comentário

WhatsApp chat Contato pelo WhatsApp